Páginas

Interlínguas Toolbar

Baixe e instale a minha Barra de Ferramentas! Compatível com Firefox e Internet Explorer, ela já vem com Tradutor Babylon instalado e rádio online para você escolher seu próprio estilo musical! Com ela você também ficará SEMPRE atualizado com o que for postado no site. Após a instalação você pode personalizá-la a vontade. E o melhor de tudo: 100% grátis!
toolbar powered by Conduit

Download INFO - Windows

Fique por dentro das atualizações

Clique no botão abaixo para saber sempre que houver novas postagens e arquivos.

 Subscribe in a reader

Publicidade

quarta-feira, 6 de maio de 2009

LÁ VEM MAIS...

Ctrl C da Folha de São Paulo:

"06/05/2009 - 03h39

Reforma articulada por governo e grandes partidos propõe voto em lista fechada

Publicidade

da Folha Online

Hoje na Folha Sob patrocínio do governo federal e com apoio de cinco partidos --além de parte expressiva do PSDB-- a Câmara se mobiliza para aprovar, até outubro, financiamento público de campanha e voto em lista fechada já para 2010, informa reportagem de Catia Seabra, publicada na Folha desta quarta-feira (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

Com autoria atribuída a PT, PMDB, DEM, PPS e PC do B, o texto propõe a criação de um fundo com recursos equivalentes a R$ 7 por eleitor para cobrir as despesas do primeiro turno, o que corresponderia a R$ 913.197.656 -tomando por base o eleitorado de dezembro de 2008. Para o segundo turno seriam reservados R$ 2 por eleitor -ou R$ 260,9 milhões.

Pela proposta, o eleitor passa a votar numa sigla. Não mais no candidato. Os congressistas assumem a vaga segundo a votação obtida e a hierarquia previamente elaborada pelo partido ou pela coligação.

Como não requer mudança constitucional -o voto continuaria proporcional-, dependerá de maioria simples para aprovação.

Leia a notícia completa na Folha desta quarta, que já está nas bancas."


Comentando rapidamente: No Brasil a tradição sempre foi a de se votar no candidato e não no partido, com raras exceções. Portanto, enquanto houver "partidinhos" de aluguel tal reforma jamais será viável. E com o voto ainda obrigatório? Não, definitivamente não irá surtir efeito positivo...

[Modo sarcástico ON]:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários anônimos serão moderados antes da publicação.

T.As. DE ESPANHOL

T.As. DE INGLÊS

TRABALHOS DE RECUPERAÇÃO

Anunciantes

De onde você veio