Páginas

Interlínguas Toolbar

Baixe e instale a minha Barra de Ferramentas! Compatível com Firefox e Internet Explorer, ela já vem com Tradutor Babylon instalado e rádio online para você escolher seu próprio estilo musical! Com ela você também ficará SEMPRE atualizado com o que for postado no site. Após a instalação você pode personalizá-la a vontade. E o melhor de tudo: 100% grátis!
toolbar powered by Conduit

Download INFO - Windows

Fique por dentro das atualizações

Clique no botão abaixo para saber sempre que houver novas postagens e arquivos.

 Subscribe in a reader

Publicidade

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Enem para professor em 2011: finalmente uma ótima notícia!



 

Começará já em 2011 o Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente, uma espécie de "Enem" para professores. A informação é do Inep, braço do Ministério da Educação (MEC) responsável por avaliações desse tipo – o órgão já faz o Enem e o Enade, o antigo provão.

No dia 24 de maio, o órgão começou a receber sugestões de qualquer pessoa, por meio de seu site, para definir detalhes do concurso e o conteúdo a ser cobrado dos futuros professores. Qualquer pessoa pode dar sugestões.

A proposta é criar um banco nacional de professores, uma lista de profissionais que DOMINEM os conteúdos que queiram lecionar, e que poderiam ser contratados por qualquer município brasileiro. Atualmente, cada governo escolhe critérios e métodos de seleção próprios, criando verdadeiros cabides de emprego nas "famosas" Delegacias de Ensino.

Um problema que ainda ficaria por resolver seria a falta de formados dispostos a trabalhar como professores. Em São Paulo, por exemplo, a Secretaria de Educação estadual não consegue preencher vagas para professores de física: 92% dos inscritos foram reprovados no último concurso.

SISU DOS PROFESSORES

A logística seria parecida com a do Sisu, o Sistema de Seleção Unificado criado pela para substituir o vestibular. Assim como na seleção de vestibulandos, o "Enem" para professores seria uma prova nacional e integrada.

O futuro professor faz a prova em sua cidade, recebe a nota e a apresenta em qualquer cidade ou estado do Brasil que tenha aderido ao sistema. Cada secretaria de educação poderá estabelecer notas mínimas para a contratação. Os donos das maiores pontuações terão preferência.

O MEC acredita que a prova ajudaria a elevar e padronizar a qualidade do professorado em todo o país. A prova seria baseada em critérios internacionais de requisitos de um bom professor, apontados pela experiência internacional. Os critérios são comuns a diversos sistemas educacionais com bons resultados e que definiram nacionalmente parâmetros para a docência, tais como: Austrália, Canadá, Cingapura, Chile, Cuba, Estados Unidos e Inglaterra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários anônimos serão moderados antes da publicação.

T.As. DE ESPANHOL

T.As. DE INGLÊS

TRABALHOS DE RECUPERAÇÃO

Anunciantes

De onde você veio